Porto Velho/RO, 06 Julho 2020 15:21:22
Saúde

OMS está revisando possibilidade de transmissão de coronavírus pelo ar

Centenas de cientistas disseram, no sábado (4), haver indícios de que partículas menores do vírus suspensas podem infectar as pessoas

A-A+

Publicado: 06/07/2020 às 15h21min

 

Grupo de cientistas diz que há evidências de que o vírus é transmitido pelo ar
CDC/Reuters

 

A OMS (Organização Mundial da Saúde) está revisando um artigo que sugeriu que as orientações da agência sobre o novo coronavírus precisam ser atualizadas, depois que alguns cientistas disseram ao New York Times que há evidências de que o vírus pode ser transmitido por pequenas partículas no ar.

A OMS diz que o vírus se espalha principalmente através de pequenas gotículas que são expelidas do nariz e da boca quando uma pessoa infectada tosse, espirra ou fala, e rapidamente caem no chão.

No entanto, em uma carta aberta à agência sediada em Genebra, 239 cientistas de 32 países descreveram as evidências que dizem mostrar que partículas menores exaladas podem infectar as pessoas que as inalam, informou o jornal no sábado.

Como essas partículas menores podem permanecer no ar por mais tempo, os cientistas —que planejam publicar suas descobertas em uma revista científica nesta semana— estão pedindo à OMS que atualize suas orientações, disse o NYT.

“Estamos cientes do artigo e revisando seu conteúdo com nossos especialistas técnicos”, disse Tarik Jasarevic, porta-voz da OMS, em uma resposta por email nesta segunda-feira a um pedido da Reuters por comentários.

Até que ponto o coronavírus pode ser transmitido pela chamada via aérea ou aerossol —em oposição às gotículas maiores de tosses e espirros— permanece sendo uma questão controversa.

Qualquer alteração na avaliação de risco de transmissão pela OMS pode afetar seus conselhos atuais sobre manter o distanciamento físico de 1 metro.

Governos, que também contam com a agência para definir suas políticas de orientação, também podem precisar ajustar as medidas de saúde pública destinadas a conter a propagação do vírus.

“Especialmente nos últimos dois meses, declaramos várias vezes que consideramos a transmissão pelo ar como possível, mas certamente não apoiados por evidências sólidas ou até claras”, disse Benedetta Allegranzi, líder técnica da OMS para prevenção e controle de infecções, ao New York Times.

A orientação da OMS para os profissionais de saúde, datada de 29 de junho, diz que o SARS-CoV-2, o vírus que causa a Covid-19, é transmitido principalmente entre pessoas através de gotículas respiratórias e nas superfícies.

Mas a transmissão aérea através de partículas menores é possível em algumas circunstâncias, como ao executar procedimentos de intubação que geram aerossol, diz o documento.

Fonte: R7, com Reuters



Deixe o seu comentário