porto velho - ro, 23 Maio 2019 21:48:16

Silvio Santos

coluna

Publicado: 12/03/2019 às 16h58min

A- A+

Quem foi o melhor e o pior no carnaval?

Os leitores ficam me ligando e até via whatsApp cobram: Zekatraca, porque você não publica uma coluna, dizendo quem foi o melhor e o..

Os leitores ficam me ligando e até via whatsApp cobram: Zekatraca, porque você não publica uma coluna, dizendo quem foi o melhor e o pior no carnaval?

************

O melhor bloco, a melhor banda, o melhor cantor, a melhor cantora, o melhor DJ. O mais organizado, o folião mais animado, a foliã mais animada. Etc…

***********

Realmente isso é importante, basta lembrar que no carnaval do Rio de Janeiro existe a premiação com o Estandarte de Ouro para os melhores nos desfiles das escolas de samba.

**********

Em tão vamos tentar, enumerar aqueles que em nossa visão, foram os melhores no carnaval deste ano de 2019.

***********

É claro que essa lista não deve influenciar e nem provocar criticas a quem não foi selecionado, afinal de contas é uma opinião particular, já que não fomos à rua ouvir os foliões que brincaram carnaval em Porto Velho.

**********

Vamos chamar então de os vencedores do “Troféu Zekatraca”.

**********

Vamos começar:

**********

Foliã mais animada Jornalista Ivonete Gomes. A jovem secretária marcou presença em vários blocos e se destacava até como cantora quando a deixavam subir no palco e cantar junto com o grupo musical. Ela sempre estava fantasiada no maior estilo foliã carnavalesca.

***********

Folião mais animado – Deputado estadual Sargento Eyder Brasil. Ele marcou presença em todos os eventos carnavalescos, e o que foi melhor, brincando ou pulando carnaval de verdade. No Bumbá Folia também se destacou dançando toada de boi e dança muito bem.

************

Melhor Bloco – Nesse naipe a Banda fica fora, pois, se entrar não será superada.

*********

Fiquemos assim, depois da Banda do Vai Quem Quer o melhor bloco foi:

**********

Axé Folia em numero de público tanto vestidos com o abada como na Pipoca.

**********

Bloco mais animado – Até Que a Noite Vire Dia.

**********

Melhor Banda de fora – Bloco Leva Eu com a banda Axé 90 Graus e seus cantores.

**********

Melhor Banda local (fora a Banda da Banda) – Conexão do Frevo.

**********

Melhor grupo de samba – Louro Rodrigues.

*********

Melhor DJ – Willames.

*********

Melhor cantor de Axé – Gabriel Parada.

*********

Bloco mais organizado (depois da Banda) – Vai e Volta.

*********

Melhor evento – Ressaca Folia e Curumim Folia.

*********

Destaques – Blocos Furacão da Zona Sul, Jatuarana Sul e Us Dy Phora

*********

O bloco Areal folia leva o troféu de único anão desfilar e o Leva Eu o troféu de único que não cumpriu todo o circuito apesar de muito animado.

*********

Evento revelação – Bumbá Folia.

*********

Troféu Especial – Aos foliões de todos os blocos pelo comportamento. Foi o carnaval mais tranqüilo dos últimos anos.

**********

Troféu especial – Policia Militar de Rondônia; Corpo de Bombeiros Militar e Corpo de Bombeiro Civil e Segurança de todos os blocos.

**********

Evento Destaque – Desfile Coletivo das Escolas de Samba e concursos de Melhor Samba de Enredo e Melhor Interprete de Samba de Enredo.

**********

Destacamos a participação do Superintendente da Sejucel JOBSON que marcou presença em praticamente todos Oe eventos carnavalescos, inclusive no Bumbá Folia.

***********

Colaborador dos blocos – Eudes Claudino representante da Funcultural de Porto Velho.

***********

Melhor cobertura jornalística – Diário da Amazônia com o fotografo Roni Carvalho. Rádio Rondônia FM que transmitiu ao vivo o desfile da Banda do Vai Quem Quer e outros blocos.

**********

Melhor homenagem – Ao saudoso carnavalesco Benjamim Mourão pelo bloco Até Que a Noite Vire Dia.

**********

Troféu mais que especial – Aos promotores do Bumbá Folia!

**********

Melhor dirigentes entre todos os blocos – Siça Andrade presidente da Banda do Vai Quem Quer.

*********

Babaca do carnaval – COLUNISTA ZEKATRACA!


Escreva um comentário

sobre Silvio Santos

Jornalista. Atualmente é editor do caderno de Cultura do jornal Diário da Amazônia. É um apaixonado pela Cultura de Porto Velho. Mantém uma coluna diário no jornal Diário da Amazônia. Conhecido carinhosamente por Zé Katraka.

Arquivos de colunas