porto velho - ro, 22 Agosto 2019 00:48:04
Cultura

Rádio Falante é tema de literatura de cordel

O projeto da Rádio Falante da escola Orlando Freire, desde sua criação em abril de 2010, buscou sempre primar pela qualidade na sua..

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 16/07/2019 às 18h19min

O projeto da Rádio Falante da escola Orlando Freire, desde sua criação em abril de 2010, buscou sempre primar pela qualidade na sua programação, com boas entrevistas com pessoas ligadas a área literária, na sua mais variada forma de manifestação.

A equipe da emissora estudantil recebeu na ultima quinzena de junho/2019, em seu estúdio o cordelista Jerson Lima de Brito, membro da União Brasileira de Travadores – UBT, entidade que representa em Porto Velho na condição de delegado.

Brito, tem um currículo recheado de prêmios e conquistas nacionais, entre eles: 1º lugar no Festival Online Cordel Improvisado/2018, vencedor do concurso de Integração Sul e Nordeste/2018, entre outros.

A entrevista foi conduzida pela aluna/locutora Lídia Maria (7º ano), tendo na coordenação o idealizador Reinaldo Ramos e o técnico Alcemir Ribeiro, e operando a mesa de áudio o aluno Gustavo Santos (8º ano).

Durante a entrevista o convidado confessou ser um apaixonado pela literatura, em especial, três gêneros: Cordel, Trova e Sonetos.

Lembrando, que a literatura de cordel também é conhecida no Brasil como folheto, literatura popular em verso, ou simplesmente cordel, é um gênero literário popular escrito freqüentemente na forma rimada, originado em relatos orais e depois impresso em folhetos.

Quando perguntado para o escritor sobre qual a sua opinião quanto ao projeto da Rádio Falante, ele foi enfático: “O trabalho da rádio escola do colégio Orlando Freire é fabuloso. Merece todo respeito e aplausos”, comentou Brito.

Para confirmar sua admiração e credibilidade depositada no trabalho desenvolvido pela Rádio Falante, o cordelista e trovador nos presenteou com um mini-cordel e uma trova, tendo como tema o projeto da Rádio Falante, confira o mini-cordel:

VIVA A RÁDIO FALANTE!

01

O mercado de trabalho

Cada vez se acirra mais

Porque se exige bastante

Dos nossos profissionais

Preparo e conhecimento

Nas jornadas laborais.

02

Por essa razão, a escola

Tem um papel destacado

Na formação do indivíduo

Que será solicitado

A melhorar o planeta

Com seu suor derramado.

03

Desde cedo necessários

Para todo cidadão

Dois pilares importantes

São ensino, educação,

Caso seja ter sucesso

A principal intenção.

04

Além de todo o aparato

Ao aluno oferecido,

Ações brilhantes se aliam

Rumo ao alvo pretendido

E, nessa soma de forças,

O sucesso é conseguido.

05

Em Porto Velho, Rondônia,

Amazônia Ocidental,

O projeto fabuloso

Numa escola estadual

Ocorre, há quase dez anos,

Na lida educacional.

06

Ideias inovadoras

Todos sempre festejamos,

Por isso é justo exaltar

Esse bem que conquistamos

Pela fibra desse amigo

Chamado Reinaldo Ramos.

07

No pátio do Orlando Freire,

Utilizando somente

Uma caixa, um microfone

Ele lançou a semente

Do que mais tarde seria

Essa rádio competente.

08

Depois que a Rádio Falante

Tornou-se realidade

Passou a ser atração

Dentro da comunidade,

Chamando atenção até

Além da nossa cidade.

09

Em um estúdio acontece,

Nas pausas para intervalo

E também antes das aulas,

O programa de que falo.

Quando vai ao ar, as turmas

Todas pegam seu embalo.

10

Tem variados informes,

Entrevistas e cultura,

Incentiva os estudantes

A gostarem da leitura,

Inclusive direciona

Para profissão futura.

11

Vários frutos do trabalho

Por aqui foram colhidos:

Estudantes aprovados

Em cursos bem concorridos,

Por grandes corporações

Outros foram admitidos.

12

A Rádio Falante foi

Tema de Monografia,

TCC e foi também,

Pela sua galhardia,

Reconhecida com prêmios

Fazendo nossa alegria.

Jerson Brito

Recebemos também um brinde, uma trova produzida no estúdio da rádio, após a entrevista.

Um projeto que incentiva

o cidadão estudante.

Como é nobre a iniciativa

da nossa Rádio Falante!

 



Escreva um comentário