porto velho - ro, 02 Novembro 2019 02:16:37
    Diário da Amazônia

    Rover é denunciado por suspeita de corrupção em asfaltamento

    O ex-prefeito de Vilhena, José Rover, ganha mais uma denúncia na Justiça para sua já vasta coleção de processos a que responde..

    Por Redação/MP
    A-A+

    Publicado: 21/08/2019 às 14h45min | Atualizado 21/08/2019 às 14h46min

    O ex-prefeito de Vilhena, José Rover, ganha mais uma denúncia na Justiça para sua já vasta coleção de processos a que responde acusado de atos de corrupção no exercício do mandato de prefeito da cidade. Agora, o Ministério Público (MP-RO) denunciou o ex-prefeito por suspeita de corrupção na execução de uma obra de asfaltamento no município. A obra foi executada em 2013 e custou mais de R$ 1,4 milhão.

    As investigações levaram à conclusão de que o ex-prefeito teria recebido uma propina de 200 mil reais por uma obra de asfaltamento na cidade, no valor de 1,4 milhão de reais. Segundo o delegado regional Fábio Campos, que conduziu as investigações, a empresa ganhadora da licitação teria pagado propina de R$ 200 mil para vencer a disputa. O delegado explicou que houve um acerto envolvendo José Rover, dois secretários da época e o dono da empresa.

    A contrapartida seria o pagamento de propina e a quitação de um débito, junto a prefeitura, de outra empresa de propriedade do empreiteiro que ganhou a licitação. O débito seria de R$ 1 milhão, mas o empreiteiro teria pago apenas R$ 374 mil. Além do ex-prefeito e do empreiteiro, dois ex-secretários e um empresário de Vilhena, responsável por fazer a lavagem do dinheiro da propina, foram denunciados pelo MP-RO à Justiça. Todos devem responder por corrupção ativa, corrupção passiva, ocultação de bens, direitos ou valores oriundos de corrupção e crimes contra a lei de licitação. A Justiça ainda vai avaliar se aceita a denúncia.



    Escreva um comentário