porto velho - ro, 12 Junho 2019 10:48:23
Polícia

VÍDEO: transtornado, suspeito conta porque matou professora

O homem suspeito de ter matado contou porque matou a professora Joselita Félix da Silva, de 47 anos, a pauladas. Visivelmente transtornado..

Por Redação Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 18/03/2019 às 10h53min | Atualizado 18/03/2019 às 16h07min

Se preferir, ouça a versão em áudio

Imagem: Reprodução

O homem suspeito de ter matado contou porque matou a professora Joselita Félix da Silva, de 47 anos, a pauladas. Visivelmente transtornado ele falou rapidamente já preso como praticou a barbárie.

O crime aconteceu na manhã de domingo (17), em uma casa localizada na rua 21 de Abril, bairro União, em Candeias do Jamari.

O CRIME

Joselita Félix da Silva, de 47 anos, foi morta a pauladas durante a manhã de domingo (17), em uma casa localizada na rua 21 de Abril, bairro União, em Candeias do Jamari. De acordo com a Polícia Militar (PM), o ex marido, identificado como Welington A. S., de 35 anos, invadiu a residencia e cometeu o crime.

De acordo com as informações, Welington invadiu a casa de Joselia enfurecido com um pedaço de madeira. A mulher foi agredida com várias pauladas na cabeça. Devido a violência, Joselita morreu no local. O pai da vítima também foi agredido e foi socorrido em estado grave para o hospital João Paulo II.

Imediatamente a Polícia Militar esteve no local do crime e prendeu o suspeito, sendo encaminhado para a Central de Flagrantes. O suspeito alega que o motivo teria visto a ex saindo de um motel. O corpo da vítima foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML).



Escreva um comentário