Diário da Amazônia Nas mídias socias agora é só curtir seguir e assitir!
#EuCurto Diário da Amazônia
Capital

Caravana segue hoje para a BR 319

Jornalistas e empresários querem verificar in loco as condições da rodovia.

Por Daniela Castelo Branco Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 11/07/2017 às 05h00min

A recuperação da rodovia é vista como fundamental para a economia da Região Norte

Uma caravana integrada por jornalistas dos diversos meios de comunicação do Estado, acompanhados por alguns empresários e voluntários, segue nesta terça-feira, às 16h, com destino à rodovia 319 onde vão ver de perto a situação da estrada, único acesso de ligação, via terrestre, entre Porto Velho e Manaus, e acompanhar as obras em andamento, após vários entraves burocráticos. A expedição de ônibus, que deve levar de três a quatro dias rumo à Manaus, vai documentar a realidade das obras na BR-319, liberadas pela Justiça no final de junho, em atendimento a um pedido do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT).

O objetivo da caravana é mostrar a realidade da rodovia através do ‘olhar jornalístico’ e ressaltar o potencial econômico para o desenvolvimento da região e em consequência do Brasil. A expectativa é de que a expedição se estenda até sábado. A caravana terá o apoio do Exército de Rondônia por meio da 17ª Brigada de Infantaria de Selva.

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) suspendeu o embargo das obras em trecho da BR-319 e já autorizou a retomada imediata das obras pelas empresas que por contrato fazem a manutenção da rodovia. Segundo o engenheiro José Fábio Porto Galvão, diretor regional do DNIT do Amazonas, as obras na rodovia serão retomadas imediatamente e deverão ser concluídas em dezembro. “Serão feitos cinco serviços no trecho: retirada de atoleiro, limpeza das laterais, reforma das pontes de madeira, substituição de bueiros metálicos e revestimento primário.”

Liberadas pela justiça em junho, as obras são retomadas

Imprensa de Humaitá

Antecedendo a partida rumo à capital amazonense, a advogada, historiadora e radialista de Humaitá, Altanira Ulchôa, visitou ontem o Diário da Amazônia para falar da expectativa de integrar Humaitá efetivamente à Manaus e dar visibilidade ao Município. A radialista explica que como a caravana abrange o Estado do Acre e de Rondônia, Humaitá é bem próximo ao Sul do Amazonas e, segundo ela, seria interessante a imprensa de lá, já que tem a Rádio Vale do Rio Madeira à qual faz parte, empresa de comunicação que atinge todo o interior dessa região, integrar essa caravana. “Como historiadora e jornalista não podia ficar de fora dessa expedição. Será um prazer muito grande participar dessa caravana que tem como objetivo ver as condições da BR-319 de perto, a questão da viabilidade, da comunicação, levando a integração do Sul do Amazonas para a capital, uma vez que ficamos praticamente 20 anos isolados e Humaitá é um município estratégico para que realmente a BR-319 possa trazer o desenvolvimento”, disse a radialista.


Escreva um comentário