Porto Velho/RO, 17 Setembro 2020 15:12:21
Educação

Escolas em tempo integral se destacam no Ideb com nota acima da média

Mesmo Rondônia não atingindo a nota esperada as escolas em tempo integral foram destaque com melhor resultado da região norte

Por Larina Rosa / Diário da Amazônia
A-A+

Publicado: 17/09/2020 às 12h22min | Atualizado 17/09/2020 às 15h12min

Mesmo Rondônia não atingindo a nota esperada de 4,8 em qualidade do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) as escolas de ensino em tempo integral do estado foram destaque com melhor resultado entre todos os estados da região Norte em qualidade de educação.  O ranking é baseado nas notas do Ideb, divulgadas nesta terça-feira (15) pelo Ministério da Educação (MEC).

A pesquisa que registra os níveis de aprendizagem demostrou o desempenho dos estudantes do 3º ano do Ensino Médio, em português e matemática. Em 2019 a meta para o ensino médio das escolas públicas de Rondônia era de 4,8. Porém, segundo o Ministério da Educação, a nota final foi de 4,3.

Mesmo assim algumas escolas ficaram acima da média do estado. a Escola Estadual de Ensino Médio de Tempo Integral Alejandro Yague Mayoro que faz parte do programa Novo Tempo de Ji-Paraná foi uma delas. Conquistou nota 6,0 e ficou em primeiro lugar no ranking do estado. O segundo lugar, de destaque foi para a Escola Tiradentes da Polícia Militar em Porto Velho com nota 5,9 e o terceiro ficou com a Escola Cândido Portinari.

Escolas que receberam nota acima da média no Ideb de Rondônia / Foto: Divulgação Ideb

O Diretor da escola Vilson Klein Alejandro Yague Mayoro conta as estratégias da escola para melhorar a nota do Ideb e ressalta que por ser em tempo integral a carga horária de aula facilita na maior compreensão dos alunos nos ensinos de matemática e língua portuguesa.

“A estratégia é um ano letivo com muito empenho com bons professores que se dedicam. Como nossa escola é de tempo integral e tem uma parte diversificada, com projetos de vidas e estudos orientados e aulas práticas esse conjunto nos permite acompanhar o estudante numa forma individual”, disse.

Vilson destaca que quando um estudante está com alguma dificuldade ele recebe ajuda da tutoria. “A tutoria é um instrumento que a escola tem onde cada estudante tem o seu tutor, que é um professor escolhido por ele para dar esse acompanhamento. A formação continuada dos professores oferecida aos professores também ajudou para o resultado que almejávamos, assim tentamos melhorar a cada dia. Todo esse conjunto de metas permite que o estudante tem um bom desempenho nas avaliações”, disse.

Alunos e professores da Escola de Tempo Integral Alejandro Yague Mayoro / Divulgação

Ele também aponta a importância da presença dos estudantes no dia da avaliação. “Tivemos 100% dos nossos estudantes que fizeram a avaliação. Porque cada ausência influencia na nota. Isso foi uma estratégia da escola para os pais e estudantes que a equipe da gestão coordenou”, finalizou.

Segundo o diretor superintendente do Sebrae em Rondônia, Daniel Pereira, os números da educação em 2019, no ensino médio, foram frutos plantados em anos anteriores, em três projetos: 1. Escola de Ensino Médio em Tempo Integral ( 2017), expansão das escolas militares( 2017), Ensino Médio com Mediação Tecnológica ( 2016).
“Praticamente todas as escolas que tiveram melhoras no estado foram se enquadram nessas três categorias”, disse.

A pesquisa do Ideb apresentou que em todo o país as escolas que migraram do modelo de ensino médio regular para o modelo integral, de 2017 para 2019, cresceram nas notas comparadas aquelas que permaneceram com menos horas de atividades.



Deixe o seu comentário