Porto Velho/RO, 24 Janeiro 2020 07:55:47
    Geral

    Governo de Rondônia apresenta metas para 2020

    A implementação de mais escolas militares no Estado, interesses de instalação de novas indústrias que irão impulsionar a geração de..

    Por Redação Diário da Amazônia
    A-A+

    Publicado: 24/01/2020 às 07h55min

    Fotos: Admilson Knightz

    A implementação de mais escolas militares no Estado, interesses de instalação de novas indústrias que irão impulsionar a geração de empregos, infraestrutura das estradas, novo Hospital de Emergência e Urgência, bem como ações que serão desenvolvidas este ano foram detalhadas pelo governador de Rondônia, coronel Marcos Rocha na quarta-feira (22)

    Marcos Rocha fez projeções para 2020 com ações planejadas. Para este ano, o governo terá o orçamento de R$ 8,5 bilhões, ou seja, um acréscimo de 4,27% em relação ao orçamento aprovado em 2018.

    Marcos Rocha deixou claro que para este ano várias ações estão sendo planejadas, principalmente para alavancar a geração de emprego; bem como nas áreas de saúde, educação, segurança e em atividades estratégicas que vão ao encontro do desenvolvimento do Estado.

    O governador também enfatizou a solidez nas finanças do Estado, enaltecendo que 2019 ficou marcado pelo rigor no controle das despesas, permitindo o cumprimento das metas fiscais, o que deixou Rondônia nas primeiras colocações no ranking de Competitividade dos Estados no pilar Solidez Fiscal. 

    Quanto ao Heuro, o governador antecipou que foi sugerido pelo Executivo o modelo Buitt to Suit – BTS (construir para servir) que irá permitir que seja construído de forma mais rápida, menos burocrática e com transparência maior de gasto de recurso público. 

    Marcos Rocha destacou que o novo Heuro será construído em outro local, uma vez que o antigo projeto, que inclusive foi iniciado, não suportaria a nova estrutura do Heuro. Porém, o governador enfatizou que o objetivo é utilizar o espaço – antes destinados para o novo hospital –  será utilizado para a construção de uma unidade de urgência e emergência infantil.

    Com informações Secom



    Deixe o seu comentário