Porto Velho/RO, 11 Dezembro 2019 18:20:27
    Diário da Amazônia

    Nova metodologia para o ensino especial é implantada na Capital

    O curso tem o objetivo de ofertar formação continuada aos profissionais da Rede Municipal de Educação

    Por Redação Diário da Amazônia
    A-A+

    Publicado: 02/12/2019 às 15h42min

    Porto Velho é primeira capital no Brasil a fazer uma capacitação em massa para mil profissionais que estarão aptos a identificar algum nível do autismo nas crianças, para que possam aprofundar esse diagnóstico para um tratamento mais rápido e eficiente. Segundo o prefeito Hildon Chaves, essa medida é estruturante para as políticas públicas voltadas a pessoa com autismo.

    Hildon Chaves esteve presente na abertura da aula inaugural do programa Porto Velho em Ensino Estruturado Sobre Transtorno do Espectro Autista (TEA), que aconteceu na manhã desta segunda-feira no Teatro Banzeiros. Na ocasião, o prefeito destacou que o curso tem o objetivo de ofertar formação continuada aos profissionais da Rede Municipal de Educação e servidores das instituições parceiras da Secretaria municipal de Educação (Semed).

    O curso é oferecido pelo Grupo Educacional Pólis Civitas, de Curitiba, em modalidade híbrida, presencial e EaD, com carga horária de 396 horas, constituído por seis grandes módulos (66h/ a cada módulo), compostos por workshops com aulas e encontros presenciais, seminários, de integração e cursos online complementares. Estiveram presentes na abertura, além do prefeito Hildon Chaves, o secretário de educação do município, Márcio Félix, a presidente Nilza Maria Ferreira da Associação de Pais e Amigos do Autista de Rondônia (AMA), o diretor da Pólis Cívitas, Paulo Maia de Oliveira.

     

    Com informações da Comdecom

     



    Deixe o seu comentário