porto velho - ro, 16 Setembro 2019 16:44:07
    Esporte

    Vilhena quer manter invencibilidade no Acre

    O jogo deste domingo pela quarta rodada do brasileirão será às 18h, horário de RO.

    Por Fábio de Souza Diário da Amazônia
    A- A+

    Publicado: 01/08/2015 às 05h45min | Atualizado 31/07/2015 às 19h54min

    Marcos Birigui vai contar com os retornos de jogadores

    Marcos Birigui vai contar com os retornos de jogadores

    O Vilhena Esporte Clube nunca perdeu para uma equipe do Acre, em quatro confrontos disputados a partir de 2010 contra o Nauas e o Atlético Acreano, no Campeonato Brasileiro da Série D, e neste domingo enfrenta pela primeira vez o Rio Branco. A diretoria do VEC está confiante no desempenho da equipe que divide a liderança do grupo A1 com os mesmos quatro pontos do Nacional de Manaus e do Remo do Pará, perdendo no saldo de gols. O jogo deste domingo pela quarta rodada do Brasileirão será às 18h, horário de Rondônia no estádio Arena da Floresta.

    Para esta partida o técnico Marcos Birigui vai contar com os retornos de Naldo, no gol, dos meias Cucaú e Edilsinho, e do atacante Cabixi. Outra novidade no elenco do ‘Lobo do Cerrado deve ser a presença do volante Maxsuel, apresentado na quinta-feira, e já em condições de jogo. Naldo tinha sido expulso, e cumpriu automática, Cucaú, Edilsinho e Cabixi estavam com problemas na documentação. Birigui treinou com força máxima e espera surpreender o Rio Branco amanhã. “Este é o primeiro confronto entre as duas equipes”, lembrou Birigui, e os ares do Acre sempre fizeram bem ao VEC, complementou o treinador.

    A provável formação do VEC neste domingo levando em consideração os treinamentos da semana deve ser: Naldo; Portela, Vinícius, André Morosini e Maycon; Cucaú, Dourado, Diego Siqueira e Edilsinho; Souza e Cabixi. Maxsuel deve entrar no decorrer da partida, e Marcos Birigui ainda vai contar com os atletas da categoria de base que estão ajudando muito na campanha do VEC.

    Na preparação do time para enfrentar o Rio Branco neste domingo Birigui trabalhou marcação e finalização. “Precisamos neutralizar o adversário e oferecer algum perigo”, disse o treinador.



    Escreva um comentário