porto velho - ro, 17 Julho 2018 14:50:52
Geral

Evento conscientiza sobre DST/Aids

Sesi-Senai esclarece trabalhadores sobre infecções sexualmente transmissíveis.

Por Assessoria
A- A+

Publicado: 12/01/2018 às 05h10min

Trabalhadores da indústrias participaram do evento

Tendo como foco os trabalhadores de três indústrias localizadas em Ariquemes, o Sesi-Senai local e o Setor de Assistência Especializada (SAE) empreenderam parceria com o objetivo de realizar o máximo de testes Rápidos de HIV. Foram realizadas atividades de educação em Saúde com a realização de palestras sobre o tema ISTs/Aids e em seguida oferecido realização de teste rápido de HIV I e II, Hepatite C, Hepatite B e Sífilis no próprio local de trabalho.

De acordo com a enfermeira responsável, Elaine Frétola, ao realizar este atendimento nas indústrias, o Sesi otimiza o tempo do trabalhador, que não precisa se deslocar até a unidade de saúde. “Atendemos trabalhadores das indústrias Di Casa Alimentação, Madeireira Real e Indústria e Comércio de gêneros alimentícios Ouropã Ltda., onde realizamos 274 testes”, disse.

Elaine ressalta a participação do médico do Trabalho do Sesi-Senai Ariquemes, Fabiano J.E. Belchior e a parceria com Serviço de Assistência Especializada (SAE), que forneceu os testes rápidos através do Ministério da Saúde e tendo como enfermeira responsável Altiva Gomes de Oliveira.

Segundo Elaine, mediante a análise dos dados do Sistema de Informação de Agravos de Noticação (Sinan), entre 2007 e 2017 foram notificados 194.217 casos novos de infecção HIV no Brasil, sendo 14.275 (7,4%) na região Norte. “Daí a necessidade de conscientizar o trabalhador da indústria também para outras ISTs como Hepatite C, Hepatite B e Sífilis que também vem crescendo o número de casos novos notificados no Brasil, quais também foram ofertados os Testes Rápidos”, explicou.

Dia Mundial de Combate à Aids

A data escolhida pela Organização Mundial de Saúde (1º de dezembro)é celebrada anualmente desde 1988 no Brasil, tem como função primordial alertar toda a sociedade sobre essa doença.

A Aids é uma doença causada pelo vírus HIV, geralmente por contato sexual desprotegido com pessoa contaminada, mas pode ser também transmitida por transfusão sanguínea e compartilhamento de objetos perfurocortantes.

Diferentemente do que muitos pensam, ser HIV positivo não é o mesmo que ter Aids. A Aids é o estágio mais avançado da doença, quando o sistema imunológico se encontra bem debilitado.

A Aids é uma doença que não mata por si só. Por causar um grande impacto no sistema imunológico, o paciente fica sujeito a doenças oportunistas, como a pneumonia, que surgem no organismo nesse momento de fraqueza. Assim sendo, não se morre de Aids, morre-se das complicações geradas pelas doenças oportunistas.

Aids, até o momento, é uma doença que não possui cura, portanto, é necessária uma proteção eficiente contra ela. Ao criar um Dia Mundial de Combate à Aids, o objetivo era chamar a atenção sobre esse problema, desde sua prevenção até seu tratamento, e acabar com o preconceito.



Escreva um comentário