porto velho - ro, 20 Julho 2019 19:15:00
Capital

Frederico Lapenda recebe homenagem no palácio

Lapenda vive nos EUA há 30 anos, quando saiu da capital pernambucana em busca de se tornar cineastra, mas a sua carreira está além disso.

Por Jaylson Vasconcelos Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 16/12/2017 às 06h15min

Frederico Lapenda (2° da esquerda p/direita) foi homenageado pelo Governo de Rondônia

O Governo do Estado de Rondônia homenageou na manhã de ontem (15), o renomado produtor de cinema Frederico Lapenda, em uma solenidade no salão nobre Rosilda Shockness, no Palácio Rio Madeira.

Frederico Lapenda recebeu homenagem de reconhecimento ao seu trabalho como produtor cinematográfico, além de uma placa em reverência ao Projeto Amazônia, que em parceria com Stan Lee, leva mensagens de preservação ambiental e valorização da cultura amazônica, através do cinema.

Lapenda vive nos EUA há 30 anos, quando saiu da capital pernambucana em busca de se tornar cineastra, mas a sua carreira está além disso. O produtor foi responsável por difundir o MMA principalmente no que diz respeito a gravação e licenciamento, introduziu o Pay Per View na televisão brasileira e se engendrou no mercado de games com uma versão do Fightt Game Rivals para a Microsoft Xbox.

Rondônia é destaque

Lapenda já atuou em Hollywood no aclamado Grupo Mandalay responsável por produzir filmes como “Sete Anos no Tibet”, estrelado por Brad Pitt, “Donnie Brasco”, com Johnny Deep e Al Pacino e “Além das Fronteiras”, com Angelina Jolie. O produtor também já realizou 10 documentários, dentre eles “O Sequestro”, que concorreu ao Oscar em 2010.

Atualmente o produtor investe no cinema nacional. Ele assina um filme baseado na biografia do jogador Casagrande. Outro projeto que está em fase de pré produção tem o roteiro do escritor e poeta rondoniense Augusto Branco.

Existe a possibilidade da construção de um parque temático no Estado, que segundo o produtor é uma possibilidade economicamente interessante para a região. “Quando fiz o livro Aliados da Amazônia o meu objetivo era criar um produto que valorizasse o nosso bem maior que é a floresta. Estou disposto a me unir com os secretários para que possamos desenvolver este e outros projetos”.

Sobre receber a homenagem de brasileiro aliado a Amazônia e o potencial do cinema produzido em Rondônia, o cineasta explica: “É uma honra poder receber esta homenagem. Este ano estamos lançando o livro Aliados da Amazônia pela Stan Lee kids Universe, então vir para cá e poder conhecer as riquezas, energia e beleza do Estado é muito inspirador. Estou muito animado para conhecer os botos, pois um dos personagens do livro é um boto rosa. Já o cinema é uma grande ferramenta para o Estado, pois pode alavancar a economia local com a oportunidade de ser conhecido mundialmente. O Estado tem uma grande potencialidade, pois possui um passado muito rico, com a história da linha de ferro e misticismo. O que falta agora são as pessoas da minha indústria conhecerem a riqueza que Rondônia tem a oferecer”, disse o produtor.

A homenagem contou com a presença do vice-governador Daniel Pereira, que ao agradecer a presença do produtor, reforçou a importância do turismo e entretenimento do Estado e as vantagens de se investir na Amazônia. O superientende de Turismo, Júlio Olivar, também esteve presente na solenidade apontando os principais destaques turísticos de Rondônia, por fim, presenteou o produtor cinematográfico com uma réplica de uma locomotiva da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré.



Escreva um comentário