porto velho - ro, 21 Setembro 2019 12:54:22
    Diário da Amazônia

    ATRASO: Motoristas querem liberação de ponte e podem fechar 364

    Eles querem que a ponte sobre o Madeira seja liberada provisoriamente para a travessia dos caminhões que estão na fila por mais de 30 horas

    Por Redação Diário da Amazônia
    A-A+

    Publicado: 06/09/2019 às 12h52min | Atualizado 06/09/2019 às 16h32min

    Caminhoneiros que atuam no transporte de combustível entre Rondônia e Acre, afirmam que a demora para fazer a travessia supera 30 horas e o clima na região é de tensão.

    Na manhã desta sexta-feira (6), o engarrafamento atingiu 5 km de extensão, aumentando o drama dos motoristas. Um grupo de caminhoneiros se organiza para bloquear a rodovia e forçar a presença de representantes dos governos do Acre e Rondônia.

    Eles querem que a ponte seja liberada provisoriamente para a travessia dos caminhões que estão na fila.

    Após tomar conhecimento da ameaça dos caminhoneiros em bloquear a BR-364, na balsa do Abunã, para forçarem a passagem pela ponte ainda em construção, a PRF em Rondônia se manifestou através de Andrei Milton, substituto do núcleo de comunicação.

    “Acredito que seja inviável, pois há necessidade de laudo e vistoria para liberação da ponte. Mas, como dito anteriormente, a responsabilidade da obra é do DNIT. A PRF não possui competência legal para liberar o tráfego de veículos no local”,

    disse 

    (Fonte: Contilnet.com.br)



    Escreva um comentário