Porto Velho/RO, 05 Fevereiro 2021 17:46:37
Polícia

Líder de invasão foi morto na fazenda Trianon

Edemar Galego é a 3ª vítim fatal na Trianon

Por Redação Diário da Amazônia
A- A+

Publicado: 05/04/2018 às 11h06min | Atualizado 05/04/2018 às 11h09min

Foto: Redes Sociais

O líder da invasão Edemar Galego, foi mais uma vítima de homicídio na Fazenda Triângulo (Trianon), na altura da linha 203 no distrito de Rondominas, localizado no limite de Outro Preto do Oeste.

Na tarde da última terça-feira, Edemar Galego foi executado com um tiro disparado de dentro da mata enquanto realizava travessia de uma ponte em direção do acampamento. O incidente aconteceu por volta das 18h:30, quando a vítima pre

cisou descer do caminhão para atravessar a ponte a pé com outros cinco integrantes do acampamento, ficando um pouco para trás, os criminosos encontraram a oportunidade e efetuaram o disparo.

No laudo da perícia técnica, antes de ser executado, Eddemar teve parte da orelha arrancada e no seu corpo havia vários cortes e uma marca no rosto do lado esquerdo, em forma de X.

Assustados com o tiro os outros sem-terra correram para dentro da mata com receio de também serem alvejados, após alguns minutos eles voltaram para a ponte e constataram a morte do líder.

Foto: Divulgação

 

A invasão hoje tem 400 pessoas com lotes demarcados em acampamentos entre as linhas 202, 203, 204 e 205, mas a fazenda triângulo pertence a Indústria Trianon, de Ji-Paraná. A justiça concedeu a reintegração de posse, mas os invasores voltaram a ocupar a área para ter a posse definitiva.

Este é o segundo homicídio registrado nas terras da fazenda este ano, em fevereiro o Joscione Nunes das Neves, que tinha 32 anos de idade foi morto por um colega de derrubada ainda dentro da mata.

Já em junho do ano passado, o ex-líder da invasão, Valdenir Juventino Izidoro que tinha 50 anos de idade, foi executado com um tiro a queima roupa, ele foi atingido pelas costas na entrada da fazenda, vítima de tocaia, o suspeito também atirou de dentro do mato.



Deixe o seu comentário