Porto Velho/RO, 02 Março 2024 14:50:13

O Dia

coluna

Publicado: 10/02/2024 às 12h51min

A- A+

O DIA NA HISTÓRIA

10.2.2024 - BOM DIA!

RONDÔNIA

1949 – Em reunião na sede do Clube Internacional em Porto Velho é criada a Associação Médico Cirúrgica do Guaporé, tendo como presidente o médico Ernesto Laudelino de Almeida.

1951 – É tensa a situação no Território, inclusive com violência e troca de tiros entre grupos políticos, relata o governador Theodoro Assumpção ao ministro Danton Coelho. (FOTO DO DIA)

1956 – O capitão Osvaldo Távora Buarque assume o comando da Guarda Territorial, efetivado desde a saída do major Odorico Bezerra.

1976 – A Câmara Municipal quer discussão ampla do projeto de definição da nova área urbana de Porto Velho. Já a zona rural será responsabilidade do Incra.

1987 – 600 famílias invasoras de terras Uru-eu-uau-uau começam a ser retiradas pela Polícia Federal, Polícia Florestal e Funai, conforme o administrador da Funai Benamour Brandão Fontes.

HOJE É

Dia do Atleta Profissional.

Dia Mundial das Leguminosas.

Católicos celebram Santa Escolástica, Santos Zótico, Jacinto e Amâncio (Mártires),

Beato Aloísio Stepinac,

BRASIL

1912 — Barão do Rio Branco (n. 1845), diplomata liderou o ]Tratado de Petrópolis.

1894 — Nasce Mãe Menininha do Gantois (+ 1986), líder religiosa brasileira.

1965 — Fechamento da Viação Panair do Brasil.

1994 — Criação da Agência Espacial Brasileira.

MUNDO

1890 — Nasce Boris Pasternak (+ 1960), autor de “Dr. Jivago” romancista russo. Ano-novo Chinês (4711 – Serpente).

FOTO DO DIA

CUTUBAS X PELES CURTAS

Em 1931, aos 34 anos, o capitão Aluízio Ferreira começa a se fazer a grande liderança local. É o diretor-geral da Madeira-Mamoré. Em 1937 lança o projeto de abrir a rodovia Porto Velho/Vilhena.

Em 1940 mostra seu prestígio com o presidente Getúlio Vargas ao tê-lo como hóspede durante três dias. Em 1944 é o primeiro governador do Território do Guaporé.

Em 1947 é o primeiro deputado federal, derrotando seu velho amigo,

o coronel Paulo Cordeiro da Cruz Saldanha.

Quatro anos depois Aluízio é reeleito, mas agora já há dois grupos formados, o de Aluízio, os “cutubas” e o do seu ex-amigo Joaquim Vicente Rondon, os “pele-curta”. Durante a campanha, e logo depois o clima esquentou muito.

E foi aí que o governador Theodoro Assumpção pediu ajuda ao ministro Danton Coelho, mas a cisão, que envolvia toda a população e não tinha meio-termo, se estenderia até à década de 1970.

Como diziam Esron Menezes, “cutuba” e Euro Tourinho, “pele-curta”, a “guerra era para valer”.


Deixe o seu comentário

Arquivos de colunas