Porto Velho/RO, 30 Dezembro 2019 14:56:13

    LéoLadeia

    coluna

    Publicado: 30/12/2019 às 14h55min | Atualizado 30/12/2019 às 14h56min

    A-A+

    Hoje, temos uma situação única em nossa história nova e recente

    Frase do dia “Lamento sentidamente, mas na vida a gente tem que saber ganhar e tem que saber perder. (…) frustramos uma demanda..

    Frase do dia

    “Lamento sentidamente, mas na vida a gente tem que saber ganhar e tem que saber perder. (…) frustramos uma demanda legítima da sociedade brasileira pelo fim da impunidade de quem desvia dinheiro público.” – Luiz Roberto Barroso, STF, sobre prisão em segunda instância.

    1-Senhores das Armas

    “Hoje, temos uma situação única em nossa história nova e recente. Eles estão tentando nos alcançar. Nenhum país possui armas hipersônicas, muito menos armas hipersônicas de alcance continental”, gabou-se Putin, o baixinho russo, após a fala do anão coreano, Kim Jon-un sobre seus novos testes de mísseis. Trump, o cérebro de ervilha, disse que os seus mísseis “novos, bacanas e inteligentes” chegarão à Síria. Três excrecências mundiais. Em 2020 parte do mundo irá morrer pela fome, sede e doenças endêmicas, enquanto as armas capazes de explodir o mundo 1000 vezes serão produzidas pelos anões morais da Coreia, Rússia e EUA. Go to hell!

    2-Sem graça ou apenas chato?

    Acho o Fábio Porchat um sujeito criativo desta onda do humor stand-up comedy. Fazer humor sei, é andar no fio da gilete, mas sigo a definição que ouvi do Chico Anísio: “só há dois tipos de humor: engraçado e sem graça”. Pelo tipo de humor que faz o Porchat, esperava o escorregão pela repetição do tema nordestino, pobre, gordo, etc. Não me constranjo se o humor vai nesta linha ou se vai para a religião qualquer que seja, mas não me agrada. Laicidade e liberdade de expressão são valores que defendo e bem assim o dial e controle remoto da TV. Porchat queria views e conseguiu, mas foi apenas chato de novo. A ciência trata do humor eeste artigo nos retira da dualidade gosto não gosto. Sobre Porchat lembro a piada velha: não vi e não gostei. 

    3-Caravana do atraso

    Comenta-se à boca miúda que a sofrida e combalida “izquierda brazuka” pretende reviver algo do passado. Uma “caravane vintage”. Uma espécie mambembe de integralismo às avessas percorrendo os grotões do país tendo à frente a “alma mais honesta desse país” para mostrar que apesar de alguns acertos na área econômica e social no primeiro ano de governo, – queda de juros, inflação, redução da dívida, déficit primário, desemprego, homicídios, etc. – o “Capitão” não tira o Brasil do fosso onde o PT e a esquerda o enfiaram. Duas kombis, um fusca um megafone, a caixa de tomate para o palco, CD do Chico Buarque e bandeiras do MST estão prontos. Broca é o “Véio da Havan” com faixas no avião esculhambando o hómi no céu.  

    4-Caravana do Véio

    Luciano Hang, o “Véio da Havan”, dono das Lojas Havan, gostou da ideia de um fornecedor seu e vai patrociná-la. Serão mensagens contra o “Redivivo” num avião, como ocorreu numa praia em Santa Catarina. Como seria de se esperar, o PT foi à Justiça alegando calúnia e difamação já que as frases do tipo “Lula cachaceiro, devolve o meu dinheiro” e “Lula ladrão, seu lugar é na prisão”, ofendem a honra do ex-presidente. Para quem gosta da briga ideológica é um prato cheio. Luciano Hang que pega pesado, acabou sendo mais simbólico e odiado que o Pixuleco.  

    5-Autoridade abusada

         

    Magistrados, membros do Ministério Público, policiais e auditores fiscais estão rodando o pau de bater em maluco contra a Lei de abuso de autoridade e já são seis ADI – ações diretas de inconstitucionalidade focadas em 20 artigos e em todas elas se contesta o artigo 43 que torna crime a violação das prerrogativas dos advogados. O presidente da Ajufe-Associação de Juízes do Brasil, Fernando Mendes, fala da distorção intransponível. “Esse dispositivo dá ao advogado poderes que nenhum outro tem. Uma distorção”. Detalhe importante: a lei começa a valer no dia 03 de janeiro. Briga boa. Vai ser caco de Vade Mecum e lasca de toga pra todo lado. Vixi… 

    [email protected]


    Deixe o seu comentário

    sobre Léo Ladeia

    Leo Ladeia é baiano de Itororó, torcedor do Bahia ou um pau rodado que apoitou por aqui. Começou como radialista na Rádio Vitória Régia aos 55 anos. Apresentou o programa Lendas do Rock na rádio Parecis. Na SIC TV como aqui no Gente de Opinião Léo Ladeia fez de tudo. Astronauta, boy, pintor, poeta e pedreiro. Mutante, gosta de experimentar e de desafios, atualmente Ladeia está trabalhando no Rede TV Rondônia, canal 17,do Sistema Gurgacz de Comunicação.

    Arquivos de colunas