Porto Velho/RO, 18 Março 2020 08:55:05

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 18/03/2020 às 08h54min | Atualizado 18/03/2020 às 08h55min

A-A+

A conta está ficando alta a ponto de uma quebradeira

A pandemia de coronavírus deve promover maior quebradeira no mundo inteiro. Os pequenos negócios são os que serão mais abalados, uma..

A pandemia de coronavírus deve promover maior quebradeira no mundo inteiro. Os pequenos negócios são os que serão mais abalados, uma vez que, não possuem estrutura econômica que possa suportar a média de um mês com vendas irrisórias. Os boletos irão vencer, as contas precisam ser pagas, pessoas perderão empregos, e a conta ficará muito alta no final.

O impacto já incomoda parte da economia. Alguns segmentos sentem as vendas despencarem. Nas grandes cidades a redução do fluxo comercial é de 50%. Não há negócio que suporte isso. Difícil sobreviver numa situação como essa.

O coronavírus existe desde a década de 1960 e não oferecia qualquer risco. O que teria acontecido para sofrer mutação e tornar tão agressivo? Seria uma guerra biológica? Seria uma fatalidade biológica na mutação? E agora? O que fazer? São essas indagações que provocam o mundo inteiro diante dessa crise. Respostas que não vem e ninguém sabe no que vai dar.

Enquanto isso vale apenas os cuidados redobrados com a higiene. Lavar as mãos que é uma coisa básica tornou-se vital no período de pandemia (contaminação intercontinental). Muitas informações falsas estão correndo o mundo na velocidade instantânea da internet e em nada contribuem para conter o pânico mundial. O cidadão precisa triar bem as informações que recebe para saber o que fato fazer e como viver, porque afinal, o mundo não pode parar.

O momento é de grande temor e preocupação. A população em geral espera medidas governamentais que possam garantir a boa saúde, mas também, aguarda por medidas que possam preservar a estabilidade econômica.


Deixe o seu comentário

sobre Solano Ferreira

Editor-Chefe do Diário da Amazônia. Comunicador Social e Marketing/ Mestre em Geografia. Atua na Gestão Estratégica e Gerenciamento de Crise.

Arquivos de colunas