Porto Velho/RO, 30 Maio 2020 06:01:01

SolanoFerreira

coluna

Publicado: 30/05/2020 às 06h00min

A-A+

Condução errada e teimosia custará caro para a nação inteira

A condução errada da pandemia do novocoronavirus no Brasil está causando muitas mortes e grandes prejuízos. Quando tudo passar, o rombo..

A condução errada da pandemia do novocoronavirus no Brasil está causando muitas mortes e grandes prejuízos. Quando tudo passar, o rombo estimado para as contas públicas será de R$ 800 bilhões. Isso significa pelo menos uma década para recuperar o crescimento no país. Os erros do presente podem comprometer o futuro econômico da nação, tirando o Brasil de uma situação de emergente economicamente para um país em recuperação.

O primeiro grande erro foi politizar a pandemia e os efeitos do novo coronavirus, mesmo com vastas informações dos danos causados nos primeiros países infectados. O Brasil teve tempo para fechar a entrada de estrangeiros, colocar em quarentena quem vinha do exterior, ampliar as medidas de vigilância epidemiológica, aumentar a fabricação de álcool em gel e líquido, mascaras descartáveis e outros insumos necessários para evitar a vasta contaminação.

O que estamos vivenciando é uma crise anunciada e que poderia ser evitada na dimensão em que está ocorrendo. Tudo indica que teremos momentos sombrios e ainda mais temerosos nos próximos dias. Se os poderes tropeçaram em suas vaidades, de outro lado, o povo tropeçou na própria ignorância, em saber o que estava acontecendo no mundo e subestimar o problema no nosso dia-a-dia.

Fecharemos o ano de 2020 com muitas mortes, desemprego, PIB encolhido, empresas falidas, famílias abatidas, pessoas aflitas emocionalmente e um processo eleitoral que elegerá prefeitos, vices-prefeitos e vereadores em um momento de grandes incertezas e desarmonia dos poderes. Difícil de imaginar e de descrever que Brasil queremos e que Brasil teremos com a polarização servindo de engodo e de desconstrução do processo democrático e econômico que levou quatro décadas para consolidar.


Deixe o seu comentário

sobre Solano Ferreira

Editor-Chefe do Diário da Amazônia. Comunicador Social e Marketing/ Mestre em Geografia. Atua na Gestão Estratégica e Gerenciamento de Crise.

Arquivos de colunas