Porto Velho/RO, 24 Dezembro 2019 08:45:06

    SolanoFerreira

    coluna

    Publicado: 24/12/2019 às 08h44min | Atualizado 24/12/2019 às 08h45min

    A-A+

    Menos concursos públicos e a necessidade de reforma

    Quem sonhava em prestar concurso para ingressar no serviço público federal, terá menor possibilidade a partir do próximo ano. O governo..

    Quem sonhava em prestar concurso para ingressar no serviço público federal, terá menor possibilidade a partir do próximo ano. O governo federal anunciou a extinção de mais de 27 mil cargos efetivos, acabando com o sonho de muita gente.
    Acontece que a decisão do governo é prudente e correta. Com o avanço tecnológico muitas profissões estão sendo substituídas por sistemas e equipamentos. Outras estão sendo suprimidas. Assim, abrir novas vagas no momento pode acarretar problemas mais adiante.

    Estamos entrando numa nova década que será dominada pelas tecnologias. A gente vai trabalhar cuidando e lidando com gente. As máquinas farão todos os serviços repetitivos, serviços lógicos e trabalhos em série. No mundo do trabalho muitas pessoas estão correndo para as salas de aprendizagens para adquirir novas profissões.

    Tudo é incerto num novo mundo tão dinâmico com novidades a cada semana.
    No serviço público a mesma dinâmica será estabelecida. Para acompanhar a agilidade do mundo pós-moderno, dominado pelos megabites, as insituições públicas precisarão se modernizar e adequar a grande quantidade de servidores para o número essencial para mover os serviços. Muitos servidores também precisarão sentar nas cadeiras da aprendizagem para adquirir novas habilidades profissionais. A legislação administrativa também necessitará de adequações para evitar ociosidades remuneradas.

    Evitar novas contatrações com extinção de cargos é apenas o começo de grandes mudanças que precisam ocorrer no serviço público brasileiro.


    Deixe o seu comentário

    Arquivos de colunas