porto velho - ro, 23 Agosto 2019 05:36:33

Solano Ferreira

coluna

Publicado: 10/05/2019 às 09h30min | Atualizado 10/05/2019 às 09h31min

A- A+

Saneamento básico é investimento impreterível

Os investimentos em saneamento básico em municípios de Rondônia são fundamentais para o bem estar da população. Os hospitais sempre..

Os investimentos em saneamento básico em municípios de Rondônia são fundamentais para o bem estar da população. Os hospitais sempre lotados e o ramo de farmácias e drogaria sempre crescente são reflexos de que a saúde da população não vai bem. A falta de infraestrutura básica sempre é apontada como fator de geração de doenças. Essa deficiência notada nos municípios não foi por falta de recursos, mas por uma visão política de que esse tipo de obra não gera votos.

As cidades de Rondônia cresceram sem projeto de expansão de água tratada e esgotamento sanitário. A pressão sempre ocorreu em asfaltamento de ruas. Qualquer prefeito que senta numa cadeira de mandarim de um município, se não forrar o chão com o manto negro, com certeza é punido pela população. Furar o chão e enterrar canos e tubos nunca foi um bom negócio para a política aqui no Estado.

As conseqüências são piores do que o preço pago para convencer de que a implantação de infraestrutura deva começar pelo subsolo. Pensando apenas em asfalto e na repercussão popular dessas obras, o que gerou foi uma longa fase de pessoas doentes e saúde pública caríssima. Os prejuízos políticos com saúdes deficitárias foram gargalos para muitos prefeitos e governadores. A população que reclama por uns dias da lama e das escavações é a mesma que reclama para sempre da falta de saúde pública de qualidade.

A princípio serão 19 municípios beneficiados e depois, no total, deva contemplar 45 municípios com população acima de 50 mil habitantes. Serão contemplados os serviços de abastecimentos de água tratada e de esgotamento sanitários com estações de tratamento. Isso dará o destino certo para dejetos e evitará a contaminação do lençol freático, que por conseqüência atinge também as águas dos poços cacimbas de onde saem a água contaminada que muitos bebem.

Tudo indica que a consciência vem mudando, tanto de gestores públicos quanto da população que vem recebendo bem esse tipo de investimento. Esperamos ver em médio prazo os resultados refletidos em saúde melhor da população e menos doenças.  


Escreva um comentário

Arquivos de colunas