porto velho - ro, 30 Dezembro 2018 07:16:25

Carlos Sperança

coluna

Publicado: 30/12/2018 às 07h15min

A- A+

Cada vez que dou um posto vago, faço cem descontentes e 1 ingrato

Todos no mesmo barco Ao completar as equipes de governo – ministério e secretariado – o presidente Jair Bolsonaro e o governador..

Todos no mesmo barco

Ao completar as equipes de governo – ministério e secretariado – o presidente Jair Bolsonaro e o governador Marcos Rocha, como seus homólogos pelo país, escolheram os melhores para cada função de acordo com seu julgamento, levando em conta apreciações de correligionários e amigos. Para cada função sempre há várias possibilidades, cada qual com seu próprio lobby. Com isso, a montagem e um gabinete enfrenta sempre a mágoa dos preteridos.

“Cada vez que dou um posto vago, faço cem descontentes e um ingrato”, dizia o rei francês Luís XIV. Os cem descontentes são inevitáveis, mas os escolhidos para o próximo governo devem ser gratos pela oportunidade, principalmente sabendo que por conta da conjuntura, mudando a cada sopro do vento, podem ser substituídos de acordo com as circunstâncias futuras.

Apesar da gravidade da crise brasileira, piorada pela situação mundial de incerteza e riscos de III Guerra, os brasileiros sentem que precisam confiar e esperar o melhor da equipe ministerial e dos secretariados estaduais, mesmo porque todos estão no mesmo barco e ninguém quer naufragar.

O sábio religioso Baltasar Gracián estimava que ninguém se importará no futuro se os ministros foram bons ou maus. O nome que fica na história é o de quem os escolheu: “A eles você está confiando sua fama imortal”, ou seja, o julgamento da história.


Escreva um comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas