Porto Velho/RO, 03 Setembro 2020 08:32:00

CarlosSperança

coluna

Publicado: 03/09/2020 às 08h31min

A-A+

Final de semana será decisivo para decisões políticas para a sucessão na capital

Soma enriquecedora O grande cientista do seu tempo, o lorde Ernest Rutherford  disse que “povos sem ciência e sem técnica estão..

Soma enriquecedora

O grande cientista do seu tempo, o lorde Ernest Rutherford  disse que “povos sem ciência e sem técnica estão condenados a carregar lenha e água para os mais esclarecidos”. O Brasil ainda continua muito atrasado quanto à tecnologia, a madeira sangra em quantidades incalculáveis e a preciosa água é levada para exterior em volume superior a cem trilhões de litros por ano.

Embora tenha ótimos cientistas envolvidos em pesquisas de ponta mundo afora, o Brasil deixa muito a desejar quanto aos avanços tecnológicos, essenciais ao melhor aproveitamento da Amazônia em favor dos povos da floresta e das contas do país em geral. Felizmente, há sinais positivos: startups promissoras que despontam e apresentam ótimas possibilidades para impulsionar a bioeconomia, nossa vocação natural.

Considerando que 60% do território brasileiro se presta a ganhos com a chamada economia verde, para que a fabulosa riqueza da floresta em pé se concretize em volumes muito superiores aos auferidos com a devastação basta de imediato privilegiar o uso dos recursos da tecnologia. Eles farão a diferença ao se somar à sabedoria ancestral, aos novos conhecimentos aportados por inúmeras linhas de pesquisa e ao trabalho dos povos amazônidas, já à disposição do mundo para lhe garantir um clima sem tragédias e produtos de qualidade em vários campos, sobretudo na saúde e na alimentação.

…………………………………………………………

As alianças

Teremos um final de semana realmente decisivo para a definição das candidaturas a prefeitura de Porto Velho. Uma série de reuniões tem seguido até a madrugada para o fechamento de alianças com os partidos políticos entre dirigentes, os cabeças de chapa e os prováveis vices. Mas já é tido como certo que os partidos de esquerda não caminharão juntos em 2020 e um frentão já foi descartado. É cada legenda por si na peleja da capital, torcida brasileira. O PT ficou isolado. 

As maquinações

 Mas é quase certo que o candidato a prefeito do PSD Thiago Tessari terá um vice indicado pelos tucanos. Ele tem o apoio do ex-senador Expedito Junior que é tucano e do próprio prefeito Hildon Chaves, também membro ilustre do tucanato. Já, o PDT também prospecta alianças através de seus dirigentes, mas a chapa de candidatos a vereança já está fechada, segundo o presidente do Diretório municipal Ruy Parra Motta. No afunilamento para as convenções tudo pode acontecer. E tem surpresas aparecendo no pedaço. Alianças improváveis. 

Uma polarização

 Em Ariquemes espera-se a definição do atual prefeito Thiago Flores se vai ou não para a reeleição e o clima de mistério tem sido mantido.  O xerifão está em alta no município, mas caso decida pelo projeto de reeleição terá pela frente o ex-deputado estadual Tziu Jidaias, como poderoso predador. Uma campanha que já começa polarizada, embora o cacique Confúcio Moura esteja projetando candidatura própria do MDB naquele município.

A expectativa

 A expectativa para a eleição de 15 de novembro em Porto Velho é que a representação feminina aumente na Câmara de Vereadores. Atualmente são quatro representantes entre os 21 vereadores: Cristiane Lopes (PP), Elis Regina (PC do B), Joelma Houder (PSC) e Ada Dantas (PDT). Destas, Cristiane Lopes será candidata a prefeitura, ficando três vereadores na luta pela reeleição. Como o número de candidatas aumentou muito o páreo entre a mulherada será renhido neste ano.   

A renovação?

Nos últimos pleitos a renovação dos quadros da Câmara Municipal de Porto Velho e da Assembleia Legislativa atingiu até os 60 por cento. No entanto a renovação não melhorou os quadros políticos, exceto raras e honrosas exceções. Vem aí mais uma eleição e o eleitorado já está descrente de que o “modus operandi” dos vereadores mude para melhor, já que a cada legislatura muitos pilantras tem logrado a reeleição – inclusive gente do crime organizado.

Via Direta

*** Projeto do deputado Cirone Deiró (Podemos-Cacoal) extingue o pagamento de despesas médicas e odontológicas para os parlamentares estaduais*** A prática vem desde 2012 quando o erário público era esbulhado até com consultas de cartomantes como se constatou em operações da Policia Federal. Era coisa de louco!*** O coronavirus chegou forte nas aldeias indígenas e comunidades quilombolas de Rondônia. Uma verdadeira mortandade*** A elevação dos produtos relacionados a cesta básica é uma realidade em Porto Velho em tempos de pandemia. Arroz, feijão, açúcar, carne, leite e derivados em alta*** Até lamber um ossinho de frango está custando caro nestas bandas para este pobre colunista proletário*** E mesmo com o Covid 19 subindo assustadoramente na capital, voltou a prostituição de rua nos pontos tradicionais. Com máscara e sem máscara!


Deixe o seu comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas