porto velho - ro, 01 Novembro 2019 22:20:51

    CarlosSperança

    coluna

    Publicado: 30/09/2019 às 09h41min

    A-A+

    Prefeito Hildon larga seu projeto de reeleição com investimentos

    PVH, 105 anos A cidade de Porto Velho, que nos seus primórdios festejava a independência americana, pela influência da construção da..

    PVH, 105 anos

    A cidade de Porto Velho, que nos seus primórdios festejava a independência americana, pela influência da construção da Estrada Madeira Mamoré, comemora neste 2 de outubro, 105 anos de criação. Segue uma cidade dividida, com reflexos de tantas nacionalidades, cujos operários vieram para cá vivenciando a grande epopeia da ferrovia.

    Com seus quase 530.000 habitantes, nossa amada capital, é a quarta cidade da região Norte, abaixo das capitais Manaus (AM), Belém (PA) e o município de Ananindeua (PA). Temos mais habitantes que capitais mais tradicionais, como Florianópolis (SC) e Vitória (ES), embora mais verticalizadas. Em termos de regiões metropolitanas perdemos também para Macapá, que tem uma vizinha bem populosa, Porto Santana, que é a “candeias” da capital amapaense.

    Padecendo na maioria dos indicativos sociais, como saúde e educação, penalizada pela falta de segurança e vitima das alagações durante o in verno amazônico, a população clama por infraestrutura. O déficit é decorrente – além da incapacidade de nossos políticos – ainda nos anos 80, quando a cidade cesceu assustadoramente e as esferas governamentais não conseguiram acompanhar as demandas. A coisa piorou de vez no ciclo pós-usinas, com novo salto migratório arruinando ainda mais a qualidade de vida e com a mobilidade urbana virando um caos.

    ………………………………………………

    Largada tucana

    Com investimentos na ordem de R$ 300 milhões em infraestrutura, o prefeito Hildon Chaves (PSDB) largou seu projeto de reeleição. As obras de drenagem e pavimentação, reformas de escolas e postos de saúde, vão gerar empregos e renda reanimando a economia da capital e distritos importantes como União Bandeirantes, Extrema, Nova Califórnia e outros. Mas a estação de chuvas esta chegando…

    Coisas da justiça…

    O médico estuprador, com mais de 15 casos identificados, conhecido como o “monstro de Ariquemes”, condenado a mais de 130 anos pela justiça de Rondônia teve a pena reduzida para 14 anos e cumpria prisão domiciliar (que justiça boazinha!) em Santa Maria, no RGS até a semana passada quando perambulava pelas ruas da cidade e foi capturado. Penas reformadas desta forma geram suspeitas de que a coisa foi afrouxada, muito afrouxada.

    Reinando na BR

    De volta a Rádio Alvorada, de Ji-Paraná, já algum tempo, o jornalista e radialista Waldemar Camata segue fazendo sucesso nos meios radiofônicos. O rei da latinha da BR, esta há mais de 40 anos no ar, mantendo ainda maiores índices de audiência, com seus comentários abalizados, com apurado senso critico, formando opiniões. Pela sua independência já teve até governador, em idos passados, querendo sua pele para fazer tamborim!

    Um alivio

    Com a bandeira amarela, a tarifa de energia ficará mais barata a partir de outubro em todo país. Os políticos rondonienses e acrianos vão aproveitar para dizer que a redução é fruto do trabalho deles, com suas CPIs investigando e pressionando a Energisa que faz a distribuição da eletricidade nos dois estados. Que contem outra, é? E no ano que vem, no verão, o problema será igualzinho, mais revoltas, confusões, etc,etc.

    Uma reação

    O mercado imobiliário da capital, caindo pelas tabelas nos últimos anos, espera uma boa reação do mercado nos três últimos meses do ano quando a economia estará mais aquecida. Por conta disto já temos novos lançamentos de prédios e condomínios, de loteamentos e relançamentos de edificios que estavam com as obras paradas. As imobiliárias já estão com boas promoções neste final de ano.

    Via Direta

    *** A Amazônia comemorou em setembro os 90 anos da imigração japonesa, cujos imigrantes trouxeram grande contribuição aos estados do Amazonas, Acre, Rondônia e Roraima ***Com ampla programação, os portovelhenses festejam amanhã, dia 2, os 105 anos de criação do município *** O Diário terá matéria especial sobre nossa história e as comemorações alusivas. Confiram*** Falta fiscalização das entidades ambientais na garimpagem no Rio Madeira, já bastante poluído pelo mercúrio e atingido pelo sumiço de algumas espécies de peixes. Até quando?


    Escreva um comentário

    sobre Carlos Sperança

    Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

    Arquivos de colunas