Porto Velho/RO, 06 Maio 2020 07:53:16

CarlosSperança

coluna

Publicado: 06/05/2020 às 07h53min

A-A+

Seguem as filiações de bolsonaristas as siglas denominadas Republicanos (teleguiada pela igreja Universal) e Patriotas

Impactos políticos No Brasil, a desmoralização da política fez crescer a confiança em que as respostas necessárias virão da..

Impactos políticos

No Brasil, a desmoralização da política fez crescer a confiança em que as respostas necessárias virão da ciência. A política perdeu seu elevado sentido de arte e engenho, como ciência essencial à resolução de problemas e se transformou em brigas de seitas radicais em permanente campanha eleitoral, na qual destruir o adversário vale mais que apresentar soluções.

No entanto, mesmo que as respostas venham da ciência, é na política em seu sentido mais elevado que se dará a escolha das soluções, a definição dos recursos para aplicá-las, como também a velocidade em que se concretizarão.

A criação do Painel Científico para a Amazônia foi uma vitória da região. Uma vasta composição de informações passíveis de se combinar em ações e projetos para encontrar meios mais rentáveis de explorar a floresta sem destruir sem piedade a flora, a fauna e os povos que nela (e dela) vivem. É preciso ter claro, ainda, que para receber a atenção dos governos e dos parlamentos, âmbitos em que acontecem as decisões, será preciso exercer a política em seu sentido mais elevado.

Aliás, a origem do PCA foi a descoberta dos rios voadores, revelação que chamou de vez a atenção geral para a Amazônia. As regiões Sudeste e Sul, por exemplo, perceberam que dependem das águas amazônicas e cuidar delas interessa a todos. Um exemplo claro do impacto político de uma ação científica.

…………………………………………………………….

Êxodo aumenta

Com a paralisação da construção civil na maioria das grandes cidades dos Estados Unidos, por conta da pandemia do coronavírus aumenta a diáspora dos imigrantes brasileiros de volta ao nosso País. Dezenas de rondonienses que imigraram nos últimos anos para lá sentem dificuldades para voltar. Alguns pela falta de voos, com a maioria cancelados, outros porque já não tem dinheiro para  pagar as passagens. As dificuldades são enormes. A maioria dos imigrantes de nosso estado são procedentes de Porto Velho, Ji-Paraná, Ouro Preto, Pimenta e Vilhena.

Siglas hospedeiras

 Seguem as filiações de bolsonaristas as siglas denominadas Republicanos (teleguiada pela igreja Universal) e Patriotas. A estratégia é usar as agremiações hospedeiras até a criação do Partido Aliança Pelo Brasil que teve dificuldades em arregimentar o número de filiados necessários e cumprir as exigências da justiça eleitoral para disputar as eleições municipais deste ano. Acredita-se que o novo partido só terá condições de disputar as eleições em 2022.

As definições

Nas eleições municipais de 2016 já em maio as candidaturas a prefeitos estavam definidas e a campanha já estava nas ruas, mesmo com as convenções ratificando os nomes sendo realizadas em junho. Neste ano tudo está incerto, as candidaturas indefinidas e a pandemia do coronavírus ameaça o adiamento das eleições de outubro para novembro ou dezembro. Além disto temos muitos candidatos desistindo prevendo assumir as municipalidades arrasadas financeiramente.

PTB em ação

Ainda sem sinalizar uma postulação a prefeitura de Porto Velho, o PTB local trabalha num plano de governo para o município. Acredita-se que o vereador Alex Palitot, o mais votado na eleição a vereador em 2016 na capital, assuma em breve candidatura ao Paço Municipal. O partido segue seu cronograma de ações, filiando e montando uma forte chapa de candidatos a vereança. Enquanto isto se discute alianças para a eleição majoritária.

Via Direta

***Mesmo com a pandemia do coronavirus refletindo negativamente nas arrecadações nos municípios polos de Rondônia, como Porto Velho, Ariquemes, Ji-Paraná, Cacoal e Vilhena as disputas serão renhidas***Já nos pequenos municípios as projeções são de um miserê insustentável para fazer frente as demandas essenciais. Quem se eleger, nestes casos, vai enfrentar grandes crises*** O movimento nas ruas da capital aumentou sensivelmente, mas não tem refletido no aumento das vendas no comércio*** Alguns segmentos, no entanto, estão se dando bem, como os supermercados. Lojas de roupas e calçados em baixa, mas as expectativas são boas para o Dia das Mães, uma data onde a economia bomba***  No plano político, vamos ver durante a semana onde vai dar a queda de braço entre os deputados estaduais e o governo do estado*** Algumas cabeças poderão rolar Rio Madeira abaixo.

 


Deixe o seu comentário

sobre Carlos Sperança

Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

Arquivos de colunas