porto velho - ro, 01 Novembro 2019 19:15:07

    CarlosSperança

    coluna

    Publicado: 16/10/2019 às 11h17min

    A-A+

    Tornozeleiras Eletrônicas não funcionam como deveria ser

    Crenças errôneas No passado, pensar o Brasil no exterior era imaginar o Rio de Janeiro, samba, mulatas e futebol. Turistas pouco afeitos..

    Crenças errôneas

    No passado, pensar o Brasil no exterior era imaginar o Rio de Janeiro, samba, mulatas e futebol. Turistas pouco afeitos à geografia acreditavam que a capital do país era Buenos Aires e o Jardim Botânico seria outro nome para a Amazônia. No mesmo passeio a pé poderiam visitar uma exótica favela, ver anacondas e seringais. Hoje acreditam que há matança de índios, festas à base de queima florestal e um país que em nome da soberania condena o planeta à destruição via aquecimento global.

    As verdades parciais em que acreditavam antes agora são mentiras parciais. A crença errônea quanto à verdade brasileira persiste. A generalização cria distorções que prejudicam o comércio externo, os investimentos e o fluxo turístico. Há de fato assassinatos de índios, e não só deles. Há incêndios criminosos e outros crimes, mas também há grande consciência ambiental. Ongs que estudam e defendem o meio ambiente, imprensa livre e pluralista, cientistas qualificados avaliando os indicadores necessários e uma opinião pública atenta.

    A persistência da péssima imagem do Brasil lá fora decorre de dois fatores cuja combinação é pura pólvora: a polarização e a má diplomacia. Para ser vencidas, a primeira depende de um esforço pela unidade nacional e a segunda de uma reforma do Estado capaz de blindar a diplomacia dos maus humores de governantes, partidos e mágicos de plantão.

    ………………………………………

    A repercussão

    Repercute em todo o estado o rompimento entre os grupos políticos do governador Marcos Rocha e do empresário do agronegócio Jayme Bagatolli. A divisão do “bolo”, ou seja, dos cargos no primeiro e segundo escalões, na esfera estadual teria sido o grande motivo da saída dos bagatolistas do governo e o racha do PSL já deverá influenciar no desempenho do partido nas eleições municipais do ano que vem.

    Balaio de gatos

    E agora também entrará em disputa o espólio do presidente Bolsonaro no estado e as nomeações de poupudos cargos federais nestas bandas. Também tem a questão da propalada saída do presidente do PSL e a situação do fundo partidário para ser discutido entre as alas antagônicas. A grande verdade é que o PSL chegou ao poder, seja no Palácio do Planalto ou nos governos estaduais já rachado e o bicho está pegando. Ninguém se entende.

    É coisa de louco!

    A Comissão de Segurança Pública da Assembleia Legislativa de Rondônia constatou através de visita a central de controle de monitoramento das tornozeleiras eletrônicas, que o dispositivo de alerta só é acionado através de sinal, 24 horas depois do rompimento do lacre. Como enfatizou o deputado Jhoni Paixão (PRB) dá tempo para o apenado ir a Vilhena e voltar. Como é que a população pode ficar segura deste jeito?

    Mais recursos

    Os congressistas urraram de felicidade em Brasília com o desbloqueio de recursos na ordem de 2,16 bilhão, no Ministério da Economia destinados as emendas parlamentares impositivas, aquelas que os deputados e senadores usam para atender as demandas de suas bases – saúde, educação, infra-estrutura etc. Mais satisfeitos vão ficar ainda os prefeitos rondonienses cujas gestões dependem muito destas verbas extras.

    Plano Diretor

    Aguardo com ansiedade a remessa do novo Plano Diretor de Porto Velho para ser analisado e votado na Câmara de Vereadores. Vamos ver o que vai mudar por aqui em termos de sistema viário, no plano de expansão urbano, na mobilidade, aonde será construído o novo terminal rodoviário da capital, o que esta previsto para a proteção dos fundos de vale, o adensamento urbano entre outros quesitos importantes para o futuro da cidade.

    Via Direta

    *** Mesmo com a grande derrota em 2018, o MDB segue um dos maiores partidos em Rondônia*** Além de uma excelente representação na Assembléia Legislativa, conta com um deputado federal e um senador em seus quadros *** O PSDB pretende eleger os prefeitos dos dois principais pólos regionais do estado no ano que vem*** Em Porto Velho com a reeleição do prefeito Hildon Chaves, em Ji-Paraná com o deputado estadual e presidente da Assembléia Legislativa Laerte Gomes *** Depois de ter trocado de guru – de Raupp para Confucio – o ex-secretário de estado da Saúde Willians Pimentel estuda candidatura no ano que vem*** Com todo mundo gravando todo mundo, políticos e empresários que participam de mutretagens – de superfaturamento da merenda escolar a reparos de viaturas – estão tomando todo cuidado *** E até os funcionários públicos fantasmas aparecem para assinar o ponto de vez em quando. É coisa de louco, cara-pálidas!


    Escreva um comentário

    sobre Carlos Sperança

    Um dos maiores colunistas político do Estado de Rondônia. Foi presidente do Sinjor. Foi assessor de comunicação do governador José Bianco entre outros. Mantém uma coluna diária no jornal Diário da Amazônia.

    Arquivos de colunas